Fundação Lemann
Language

Seminário do Centro Lemann em Stanford atrai interessados em bolsas

Sem comentários
Compartilhe: Google Plus Twitter Facebook

Nesta terça-feira, 28, a Fundação Lemann e a Escola de Educação de Stanford realizaram o 1º Seminário Internacional do Centro Lemann para o Empreendedorismo e Inovação na Educação Brasileira. O evento contou com a presença de 159 pessoas, de mais de 10 estados do Brasil.

O público variado era formado por estudantes, professores, pesquisadores, diretores de fundações, representantes do ministério público e entusiastas da educação de qualidade. Com uma agenda intensa, que começou às 8h da manhã e terminou só às 18h, eles puderam conhecer melhor as pesquisas realizadas no centro e as oportunidades para brasileiros por lá.

Pela manhã, cerca de 90 convidados da Fundação Lemann puderam se aprofundar nos temas pesquisados pelos professores responsáveis pelo Centro. A primeira sessão foi apresentada pelo professor Martin Carnoy, que trouxe para o debate o tema da qualidade dos professores e a relação com o aprendizado dos alunos brasileiros. Para comentar o painel foram convidadas a professora da USP e consultora da Fundação Lemann, Paula Louzano, e a diretora da EFAP (Escola de Formação de Professores de São Paulo), Vera Cabral.

Em seguida, os convidados assistiram a palestra do professor Paulo Blikstein, que mostrou como as novas tecnologias podem transformar o ensino e o aprendizado de ciência e matemática. Roseli Lopes, professora da USP e responsável pela Febrace, comentou o painel e ressaltou com saudosismo que as crianças de hoje não sonham mais em serem cientistas.

No terceiro painel, os convidados precisaram se dividir entre a Educação Infantil e a Educação Superior. A ex-reitora de Stanford, Deborah Stipek, falou sobre como avaliar alunos na primeira infância e da importância da formação de professores – veja reportagem da Folha de São Paulo . No painel sobre Ensino Superior, que foi comentado pelos especialistas Simon Schwartzman e Robert Verhine, Eric Bettinger e Martin Carnoy compararam as universidades brasileiras com as de outros países.

No último painel para convidados, David Plank, ressaltou a importância de se realizar pesquisas que possam influenciar e ajudar organizações sem fins lucrativos, universidades e o governo a tomarem decisões e criarem políticas públicas para a educação.

Veja aqui todas as apresentações do seminário.

Nos painéis da tarde, que encheram o auditório do Insper, convidados e interessados nos programas de bolsa do Centro Lemann puderam ouvir o que inspirou os pesquisadores a trabalhar com Educação. Os atuais bolsistas do centro também contribuíram dando dicas e inspirando jovens a tentarem uma vaga em Stanford. Em breve, os vídeos destas últimas sessões estarão disponíveis aqui.

Conheça mais sobre o Centro Lemann.

Deixe uma resposta

Arquivo

Cadastre-se para receber as novidades da Fundação Lemann

cadastre-se

Fale conosco: contato@fundacaolemann.org.br