Conteudo Cabeçalho Rodape

Saiba mais

Entre os dias 18 e 29 de maio, a Fundação Lemann encomendou, ao lado do Itaú Social e Imaginable Futures, uma primeira pesquisa para compreender melhor os impactos da pandemia na educação. Para dar continuidade a esse trabalho e somar esforços com outras organizações que caminham ao nosso lado na busca de viabilizar ferramentas e ações para que crianças e adolescentes sigam aprendendo, encomendamos uma segunda onda da pesquisa. 

Desta vez, 1.018 responsáveis por 1.518 estudantes da rede pública foram entrevistados entre os dias 11 e 20 de junho. A pesquisa tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. 

Para ter acesso à pesquisa na íntegra, baixe o material ao lado. 

A seguir, confira alguns pontos levantados no estudo:

  1. 01

    79% dos alunos da rede pública recebem atividades escolares nesta pandemia;

    um aumento de 5 pontos percentuais comparado com a primeira pesquisa
  2. 02

    31% dos pais temem que o aluno desista da escola se não conseguir acompanhar aulas em casa;

  3. 03

    A pesquisa notou que quanto maior o contato dos estudantes com os professores, mais eles se dedicam aos estudos;

  4. 04

    61% das famílias consideram muito difícil manter uma rotina de estudos em casa;

  5. 05

    89% defendem que vale a pena manter as atividades em casa junto com as aulas nas escolas;

  6. 06

    87% das famílias têm medo de que os alunos contraiam Covid-19 com o retorno das aulas.

Cadastre-se para baixar o conteúdo e receber por email.