Saiba mais

A pesquisa Projeto de Vida analisa a capacidade das instituições de ensino de propiciar os meios necessários para os jovens atingirem seus objetivos na vida adulta. A metodologia utilizada contou com entrevistas com jovens egressos do ensino básico com notas acima da média no Enem, empregadores, professores universitários, organizações da sociedade civil e especialistas em educação.

A principal conclusão apontou que existe uma grande desconexão entre o que é exigido dos jovens fora da escola e o que é ensinado nela. Os estudantes egressos entrevistados também afirmaram que se sentem pouco preparados ao completar o ensino básico. Paralelamente, os professores apontaram uma profunda defasagem de aprendizado entre os alunos, como dificuldades de interpretação de texto, escrita e desenvolvimento de raciocínio lógico.

Outro ponto destacado foi a importância do uso de novas tecnologias para facilitar o aprendizado dentro e fora das salas de aula. Em relação ao currículo atual, o programa conteudista muitas vezes não desperta o interesse de jovens e mais atenção deveria ser dada ao desenvolvimento de raciocínio lógico. Duas especialistas analisam as disciplinas de Português e Matemática, apontando possíveis caminhos para a Base Nacional Comum Curricular. Elas também enfatizam que, a nova base curricular deveria focar em quatro questões centrais, ser atrativa para o aluno, aliar competências e conteúdos, correlacionar habilidades e incluir habilidades socioemocionais.

Cadastre-se para baixar o conteúdo e receber por email.