Saiba mais

Neste relatório destacamos nossos princípios. São eles: o reconhecimento da educação como um direito humano; o Estado como principal responsável pela instituição da educação básica e pelo controle de sua qualidade; compreensão da importância da formação de aprendizes e profissionais não acadêmicos; o Estado deve estar aberto à participação do setor privado, como parcerias público-privada; a implementação de modernos recursos da tecnologia que permitam maior eficiência no ensino; constante monitoramento e análise da qualidade e resultados dos programas educacionais, com avaliações contínuas.

Também destacamos uma conferência junto com a Fundação Jacobs e Grupo Gerdau. Juntos, reunimos 250 representantes de países latino-americanos para debater, trocar experiências e assumir compromissos pela melhoria da educação no continente.

Além disso, aconteceu a 2ª edição do "Gestão para o Sucesso Escolar" (GSE), que contou com cerca de 350 participantes que têm sob sua responsabilidade mais de 250 mil alunos. Neste ano, também foi realizada a 1ª edição do Prêmio de Jornalismo, reunindo cerca de 200 líderes empresariais, filantrópicos e educacionais na Bahia a fim de debater sobre o futuro da educação no país.

O Relatório apresenta ainda os projetos: Formação do Gestor Escolar; os vencedores do prêmio IGE de jornalismo; estudos de caso; Associação Instituto ProA; Programa Parceiros Vitae de Apoio ao Ensino Técnico e Agrotécnico; Daquiprafora Intercâmbio Esportivo; Instituto Tênis; Instituto LOB do tênis  feminino; Associação Esporte Solidário, Instituto Guga Kuerten; Escola Graduada de São Paulo; Coleção Brasiliana, da Fundação Estudar; Instituto Social MariaTelles (ISMART).

Cadastre-se para baixar o conteúdo e receber por email.