Conteudo Cabeçalho Rodape

“A necessidade conduz o aprendizado e leva ao entendimento” - é com esta mensagem que Bryan Brown começa sua palestra no 6º Seminário Centro Lemann. Professor livre-docente e vice-diretor da Escola de Educação da Universidade de Stanford, Brown foca sua pesquisa no ensino de ciências e formação de professores.

Bryan Brown no 6º Seminário Centro Lemann
Bryan Brown no 6º Seminário Centro Lemann

Durante o evento, o professor falou sobre o ensino de ciências na periferia e trouxe exemplos de como o conhecimento precisa ser trabalhado a partir do contexto do aluno: “Se não entendermos a cultura, a linguagem e a experiência que formam o contexto dos alunos, não é possível guiá-los ao aprendizado”, destacou.

Em seus estudos, ele testa dois caminhos de ensino: o primeiro é o tradicional com vocabulário científico e o segundo é valorizando a linguagem do dia a dia. O professor identificou efeitos positivos na aprendizagem com a linguagem do cotidiano. Depois de ter o contato com conteúdo, é possível começar a inserir os termos científicos com mais facilidade. 

Também trouxe exemplos de conteúdos pedagógicos com abordagens inovadoras que atraiam a atenção dos estudantes. Entre eles, estava um rap produzido pela turma para explicar o sistema urinário e uma animação divertida com a história de "Procurando Nemo", da Walt Disney, para descrever as características da água doce e água salgada.

“Ao ensinar um aluno não podemos nos limitar ao pensamento binário de certo e errado. É preciso olhar para as suas ideias.”
Bryan Brown

Bryan

Temas

Educação

Veja mais sobre a Fundação Lemann

ver todas as publicações