Em tempos de desencanto político, corrupção banalizada, fake news e atropelamento entre os poderes do Estado, é cada vez mais importante oferecer informação correta, simples e contextualizada para os cidadãos. 

Foi com esse intuito que, em 2015, começou a nascer a Datapedia, hoje a maior plataforma brasileira de distribuição e análise de dados públicos. O serviço reúne informações de todos os 5.570 municípios e distritos do país, e conta com mais de 10 bilhões de dados.

A plataforma é um dos destaques da trajetória da administradora Patrícia Cunha Tavares, cofundadora do projeto, ao lado do idealizador Marcos Silveira, Talento da Educação de 2015. A parceria nasceu graças ao fato de ambos serem ligados à Fundação Lemann. 

Durante os três primeiros anos, a administradora forneceu o espaço de incubação da plataforma dentro da empresa onde trabalha, a NexUS, enquanto Marcos reunia os dados iniciais e desenvolvia a programação do site. Segundo Patrícia, a Datapedia agrega dados que estão disponíveis na web, cobrindo hoje cerca de 50% da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Antes do lançamento, foram feitas séries de testes em parceria com a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e outros grupos de jornalistas, para averiguar quais informações faltavam e a qualidade dos cruzamentos de dados disponibilizados. “A hora que você decide fazer uma plataforma que seja gratuita, ela tem que ter funcionalidade, para que as pessoas não falem ‘ah que divertido’ e nunca mais voltem”, explica.

Após o lançamento, diversas empresas e institutos que investem em setores públicos passaram a utilizar os dados. Há também uma intensa demanda de profissionais da comunicação que trabalham com jornalismo de dados. 

Um dos objetivos futuros é melhorar a interação do serviço com prefeituras e gestores de municípios menores. A ideia é alcançar grande parte da população: “não precisamos de uma solução muito complexa, ela tem que ser mais simples para ser mais útil”, explica. 

Nesse sentido, a Datapedia está desenvolvendo uma parceria com a Fundação Itaipu e os municípios vizinhos da usina. “Pretendemos ver como a plataforma pode ajudar os prefeitos e verificar de que forma eles podem utilizar os dados”, explica. 

Parceria constante

Além do fato de ambos os fundadores da Datapedia serem líderes apoiados pela Fundação Lemann, Patrícia destaca que a interação com o grupo é fundamental para as tomadas de decisões sobre os rumos da plataforma. 

Mas, antes mesmo de iniciar a Datapedia, vale destacar que Patrícia foi a primeira Visiting Fellow of Practice da Fundação Lemann. Por seis meses, deu aulas sobre programas executivos na Escola de Governo da Universidade de Oxford. 

Graduada em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e doutoranda pela mesma instituição, Patrícia é sócia da NexUS Consultoria − onde trabalha com assessoria governamental voltada à área de educação −, e professora horista da FGV e do Insper. Ela também acompanha a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, ajudando a fazer o redesenho da carreira do magistério.

Patrícia Tavares
Patrícia Tavares

Temas

Liderança e Impacto Social

Veja mais sobre a Fundação Lemann

ver todas as publicações