A Fundação Lemann e a Universidade Harvard acabam de anunciar a assinatura de um novo acordo, que amplia a parceria existente entre as instituições desde 2006. A partir de 2016, mais bolsas de estudos estão disponíveis na universidade para brasileiros e um novo fundo de pesquisas irá apoiar projetos com foco no Brasil, em áreas como educação e políticas públicas.

As bolsas são oferecidas para alunos brasileiros na graduação e na pós-graduação. Os bolsistas compõem a rede de Lemann Fellows, programa que apoia jovens talentos que têm forte compromisso com impacto social no país.

Estudos sobre o Brasil

Além de ampliar essas oportunidades, o acordo também cria um novo fundo, em parceria com o David Rockefeller Center for Latin American Studies (DRCLAS) e o Brazil Studies Program, para apoiar pesquisas sobre o Brasil em Harvard. 

O objetivo é viabilizar projetos interdisciplinares, em áreas como educação, ciências sociais, administração pública e política, avanços tecnológicos na educação, entre outras. É dada prioridade a estudos que possuem colaboração com acadêmicos brasileiros. Alguns projetos em andamento abordam questões urgentes como o desenvolvimento da primeira infância, formação de professores, mudanças climáticas e cidades sustentáveis.

O novo acordo reforça a proximidade do Brasil com uma das melhores universidades do mundo. “Acelerar transformações sociais no país é parte importante da missão da Fundação Lemann”, explica Denis Mizne, diretor executivo da entidade. “Por isso, buscamos formar lideranças comprometidas com impacto social e fomentar a produção de conhecimento e evidências que possam contribuir para esse objetivo. A ampliação dessa parceria com Harvard é mais um passo importante nessa direção”, completa.

Resultados

Nesses dez primeiros anos de parceria com a Fundação Lemann, mais de 120 bolsas de graduação e pós-graduação foram concedidas, permitindo que mais brasileiros tivessem a oportunidade de estudar em Harvard. Além disso, somente no ano passado, mais de 300 estudantes da universidade estiveram envolvidos em projetos relacionados ao Brasil.

Guilherme Lichand, PhD em Economia Política e Governo por Harvard, sócio-fundador da MGov Brasil e Lemann Fellow, comenta: “Harvard expandiu meus horizontes sobre o papel da pesquisa acadêmica e foi onde eu descobri que os melhores pesquisadores são também os mais empreendedores. Integrar a rede de Lemann Fellows me permitiu viver a experiência em Harvard sob uma perspectiva diferente, me obrigando a refletir, a todo momento, sobre como utilizar o conhecimento gerado na universidade para pensar o Brasil”.

Temas

Liderança e Impacto Social

Veja mais sobre a Fundação Lemann

ver todas as publicações