Conteudo Cabeçalho Rodape

Os resultados iniciais da pesquisa por uma vacina contra a Covid 19, liderada pela Universidade de Oxford, publicadas na Revista  Lancet nesta segunda-feira, 20 de julho,  marcam mais uma  etapa importante  no combate à pandemia do coronavírus. Os dados analisados das fases 1 e 2 dos testes, realizados na Inglaterra, apontam para a produção de anticorpos  contra o vírus, sem grandes efeitos colaterais para o corpo humano. "Outras etapas do estudo ainda precisam ser observadas para que a eficácia da vacina seja comprovada, mas celebramos os resultados positivos que reforçam a relevância dos estudos sendo realizados no Brasil", diz Denis Mizne, diretor executivo da Fundação  Lemann.  A Fundação Lemann viabilizou os primeiros mil testes em São Paulo e, em parceria com a Fundação Brava, Fundação Telles e Rede D'Or, possibilitou que eles se ampliassem pelo Brasil. Seguimos comprometidos com as pesquisas por acreditar na importância da produção científica e na urgência deste tema. Torcemos para que outras vacinas e tratamentos avancem nos próximos meses, para que o mundo tenha uma resposta eficaz e com o alcance necessário para enfrentar o coronavírus.

Temas

Liderança e Impacto Social

Veja mais sobre a Fundação Lemann

ver todas as publicações