Em outubro de 2017, nós apoiamos uma petição online pela conectividade de todas as escolas públicas do Brasil. A iniciativa foi do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (Ceipe), Centro de Inovação para a Educação Brasileira (Cieb), Ensina Brasil, Fundação Lemann, Instituto Península, Instituto Singularidades, ITS‐Rio (Instituto de Tecnologia e Sociedade), Instituto Inspirare, Instituto Natura, Mathema, Sincroniza e SOS Educação. Os edutubers Carina Fragozo, Ivys Urquiza, Paulo Valim e Rafael Procópio também participaram da mobilização. 

A petição foi realizada no momento em que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) discutia uma nova política no setor de telecomunicações. A proposta é expandir a internet rápida no país, aumentando a conectividade de regiões onde a oferta ainda é limitada, cara ou de baixa qualidade. Em apenas algumas semanas, mais de 12 mil assinaturas foram registradas na petição online, confirmando a importância de priorizar a educação nas políticas de conectividade. 

Conectividade nas escolas

As assinaturas foram entregues ao MCTIC no dia 24 de novembro, que reconheceu a importância da participação da sociedade civil na construção de novas políticas para o país.

Além dos parceiros da sociedade civil, estiveram na reunião o presidente da Undime, uma professora e uma aluna da rede estadual do Mato Grosso e o gestor de tecnologia da Secretaria de Educação do Pará.

Temas

Educação

Veja mais sobre a Fundação Lemann

ver todas as publicações