Conteudo Cabeçalho Rodape

Saiba mais

Um dos elementos mais importantes para o sucesso e efetividade de qualquer instituição, privada ou pública, é a qualidade de seus profissionais. Isso pode envolver políticas de desenvolvimento profissional e carreiras atrativas, por exemplo. Nesse contexto, um importante fator que deve ser levado em conta é a seleção dos profissionais.

No governo brasileiro, apesar dos importantes avanços no sistema de seleção de funcionários públicos, houve pouca inovação nas práticas de seleção para cargos de liderança. Esses cargos são, em geral, de livre provimento (definidos por meio da decisão discricionária do governante ou tomador de decisão) e sua seleção é feita de forma pouco estruturada.

Com base em experiências internacionais e nacionais de sucesso, há fortes evidências de que processos de pré-seleção são importantes para auxiliar tomadores de decisão a atrair e selecionar pessoas mais aptas e bem preparadas. Com isso, o Estado pode aumentar sua capacidade de gerar impacto positivo nos serviços oferecidos os cidadãos.

Nesse contexto, o objetivo dos guias práticos que disponibilizamos aqui é apoiar e qualificar o processo de decisão para nomeação dos cargos de livre provimento, mantendo e respeitando o poder discricionário do tomador de decisão

Guia 1 - Identificação de Cargos de Lideranças

O primeiro material, chamado Identificação de cargos de liderança, apresenta uma metodologia para identificar e mapear, dentro dos cargos de livre provimento de órgãos públicos, aqueles que podem ser considerados como cargos de liderança. Além disso, analisa quais desses cargos mais se beneficiariam de um processo de pré-seleção estruturado para nomeação de profissionais.

Guia 2 - Pré-seleção por Competências

O documento apresenta as etapas e ações que compõe um processo de pré-seleção estruturado. Também traz modelos de processos para servir de inspiração e um apêndice com materiais práticos.

Guia 3 - Gestão de Desempenho

O terceiro e último guia, sobre Gestão de desempenho, explica como implementar um modelo de gestão de desempenho para os cargos de liderança do setor público. O material traz subsídios para apoiar a criação de um sistema de gestão tanto para a instituição quanto para os indivíduos. 


É importante ressaltar que esses guias não buscam encerrar os debates sobre gestão de pessoas e nem ser uma metodologia única. A proposta é ampliar e qualificar o conteúdo disponível, oferecendo ferramentas práticas e adaptáveis aos diferentes contextos e realidades do setor público brasileiro.

Cadastre-se para baixar o conteúdo e receber por email.